… E estou de pé.

Viver com Deus é aprender a depender única e exclusivamente dEle. E quando falamos em dependência somos imediatamente remetidos a pensar na provisão financeira, do alimento, do trabalho… mas depender de Deus é muito mais. É depender de Sua força para seguir em momentos difíceis e agarrar Sua paz quando nada mais faz sentido.

Depender totalmente do Pai é algo para se aprender e vivenciar todos os dias e um pouquinho de cada vez. Ainda bem que Ele nos ama incondicionalmente e é capaz de suprir toda e qualquer necessidade que possamos sentir nesse caminhar. Porque não é fácil. Nós queremos ter controle sobre tudo ao nosso redor, queremos do nosso jeito… mesmo que nossa fé insista em dizer que o jeito dEle é o melhor.

Mas existem coisas que você não pode iniciar, e muito menos tentar encerrar. Existem coisas que você não pode desfazer, e muito menos refazer. E é nesse momento que você percebe quão dependente é do Senhor. É nesse momento que você compreende o que é a “paz que excede todo entendimento”. É nesse momento que você percebe que tem um Pai cuidando de detalhes que você jamais enxergaria com seus próprios olhos.

e675ba4cbef8dac53f53ba9c7f038d4d

Há quem escolha confiar nos carros e cavalos (Salmo 20:7) do nosso tempo, mas eu há algum tempo aprendi a confiar no Pai das Luzes que não muda nunca (Tiago 1:17). Meu Pai e Senhor tem me ensinado na caminhada que por mais que eu tropece (muitas vezes por tentar controlar as coisas), eu nunca vou cair ou me encurvar diante da dor. A dor vem, mas eu me levanto e estou de pé. Não porque eu sou forte ou de extrema sabedoria, mas porque escolhi confiar, depender e fazer menção ao nome do Senhor, o meu Deus (Salmo 20:8).

Obrigada, Pai. Porque contigo eu não me desespero (Filipenses 4:17). Porque contigo sempre há um caminho (João 14:2). Porque contigo toda fraqueza se torna força (II Coríntios 12:10). Porque contigo toda dor se transforma em consolação (II Coríntios 1:4). Porque contigo existe vida, e é vida em abundância (João 10:10). Porque contigo tenho vestes de louvor em vez de espírito angustiado (Isaías 61:3). Que cada vez mais eu entenda o que é depender de Ti sem reservas… porque de nada vale reter algo para o Senhor.

Obrigada por me ensinar tanto, mesmo quando não tenho nada para te dar… só pedir. O Senhor é demais mesmo! ❤

 

” Por que eu continuo fazendo isso? “

” Por que eu continuo quando isso simplesmente não está funcionando? “ Se você nunca se fez essa pergunta ainda irá fazer, ou talvez esta seja a hora.

No livro que estou lendo atualmente (Uma Coisa, Dwayne Roberts – farei uma resenha sobre ele em breve), o autor se fez esta pergunta quando percebeu que seu “modelo de ministério” (no caso, evangelístico), mesmo parecendo tão fantástico, não estava rendendo frutos e muito menos alimentando sua própria vida espiritual. E é incrível como este questionamento se encaixa nas mais variadas situações e áreas da nossa vida. Às vezes nos encontramos tão cegos pelas circunstâncias ou tão fiéis a certos padrõesque funcionam há décadas ou inalteráveis pelo simples fato de não querer mudar – que nem se quer cogitamos que nossas ações estão erradas, que são ações sem frutos.

Quando li esta indagação foi como se uma lâmpada acendesse em minha mente dizendo “É ISSO!”. E é isso. Deus é perfeito em tudo que faz e Seus planos são incontestavelmente os melhores, mas com minha rigidez em aceitar mudanças, aceitar que muitas das minhas preferências me prejudicam e em negar meus pecados de estimação, acabam por atrapalhar todo bom andamento dos sonhos de Deus para mim. E eu então percebi que precisava para de fazer o que eu fazia e aceitar a ajuda que o Senhor está me oferecendo para viver sua boa, perfeita e agradável vontade, e largar minhas manias. “Todos os caminhos do homem lhe parecem puros, mas o Senhor avalia o espírito.” (Provérbios 16.2) Nós preferimos buscar por moldes prontos para viver um padrão de vida. Buscamos por satisfações momentâneas que parecem ser inocentes, mas acabam por ruir planos maiores e melhores.

c4e61fefae22d85f39ee3d62a32c99aa

Meu irmão, peço que você olhe pra si mesmo e para tudo que você tem feito e desejado em sua vida. Aquele seu sonho tem se aproximado da realidade? É um sonho que Deus tem sonhado com você? É um problema que o Senhor já disse que traria a solução? E você já se perguntou por que ainda não existe nada concreto? Por que tudo continua como está? Você tem consciência de que sua ações e vontades são os fatores de mudança para viver o melhor de Deus? 

Nosso Deus anseia, isso mesmo, Ele anseia por concretizar sonhos e planos em você e através de você. ” Pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele.” (Filipenses 2.13) Mas o primeiro passo é SEU. Se o que você continua fazendo não tem dado frutos, mude. Mude com a direção do Espírito Santo que te acompanha e conhece. “Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos.” (Provérbios 16.3) Assim a próxima vez que se perguntar “por que você continua fazendo isso?” sua resposta será diferente, pois serão atitudes que dão frutos e é “o Senhor que lhe dirige os passos” (Provérbios 16.9).

Camila Amorim

Deus não depende do calendário, viu?

99d138757a1c3657e48d0ba4868d9d40

Quantas vezes você já ouviu ou até mesmo chegou a dizer, logo que Dezembro aponta no calendário, que “o ano já acabou”? E a tradicional “o ano só começa a andar depois do carnaval”? Pois é, eu também já ouvi e falei inúmeras vezes. Mas o problema não está apenas em falar frases como essas, mas sim, em limitar o poder de Deus achando que Ele só vai trabalhar nos meses úteis do ano.

Deus vive num tempo diferente do nosso. Enquanto estamos no Chronos, que é o tempo cronológico com dias, meses e anos, Deus habita no Kairós, que nós conhecemos como eternidade. E isso é uma excelente notícia, sabe por quê? PorqueDeus não tá nem aí pro seu calendárioe pras datas comemorativas que fazem o país “parar”. “Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos”, declara o Senhor.” (Isaías 55.8) 

Este dias estava conversando com a minha mãe sobre certas mudanças que anseio pra minha vida, mas logo disse: “deixa pro ano que vem, porque em dezembro… esquece”! Mas meu amado e misericordioso Pai cruzou meu caminho com Suas ações que me mostraram que não é assim que Ele pensa. Deus está pronto para agir de 1º de Janeiro a 31 de Dezembro. 

Você tem promessas sobre sua vida não tem? E está esperando o que para buscá-las e para ver o Senhor realizá-las ainda este ano? “Assim como a chuva e a neve descem dos céus e não voltam para ele sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, para ela produzir semente para o semeador e pão para o que come, assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.” (Isaías 55.10-11)

Meu apelo nesta mensagem é para que nem sua fé, nem seu anseio por estar perto do Senhor tire férias neste fim de ano. Ele tem planos e promessas pra você viver TODOS os dias, mas isso depende do teu comprometimento e fidelidade para com o Autor e Consumador da tua fé (Hebreus 12.2).

Ele é fiel, e todo poderoso muito mais que 365 dias por ano. E você pode todas as coisas nEle, porque Ele te fortalece! (Filipenses 4.13)

“Se podes? “, disse Jesus. “Tudo é possível àquele que crê. ” (Marcos 9.23) E no “tudo” tá incluso viver o ano todo! 😉

 

Camila Amorim