… E estou de pé.

Viver com Deus é aprender a depender única e exclusivamente dEle. E quando falamos em dependência somos imediatamente remetidos a pensar na provisão financeira, do alimento, do trabalho… mas depender de Deus é muito mais. É depender de Sua força para seguir em momentos difíceis e agarrar Sua paz quando nada mais faz sentido.

Depender totalmente do Pai é algo para se aprender e vivenciar todos os dias e um pouquinho de cada vez. Ainda bem que Ele nos ama incondicionalmente e é capaz de suprir toda e qualquer necessidade que possamos sentir nesse caminhar. Porque não é fácil. Nós queremos ter controle sobre tudo ao nosso redor, queremos do nosso jeito… mesmo que nossa fé insista em dizer que o jeito dEle é o melhor.

Mas existem coisas que você não pode iniciar, e muito menos tentar encerrar. Existem coisas que você não pode desfazer, e muito menos refazer. E é nesse momento que você percebe quão dependente é do Senhor. É nesse momento que você compreende o que é a “paz que excede todo entendimento”. É nesse momento que você percebe que tem um Pai cuidando de detalhes que você jamais enxergaria com seus próprios olhos.

e675ba4cbef8dac53f53ba9c7f038d4d

Há quem escolha confiar nos carros e cavalos (Salmo 20:7) do nosso tempo, mas eu há algum tempo aprendi a confiar no Pai das Luzes que não muda nunca (Tiago 1:17). Meu Pai e Senhor tem me ensinado na caminhada que por mais que eu tropece (muitas vezes por tentar controlar as coisas), eu nunca vou cair ou me encurvar diante da dor. A dor vem, mas eu me levanto e estou de pé. Não porque eu sou forte ou de extrema sabedoria, mas porque escolhi confiar, depender e fazer menção ao nome do Senhor, o meu Deus (Salmo 20:8).

Obrigada, Pai. Porque contigo eu não me desespero (Filipenses 4:17). Porque contigo sempre há um caminho (João 14:2). Porque contigo toda fraqueza se torna força (II Coríntios 12:10). Porque contigo toda dor se transforma em consolação (II Coríntios 1:4). Porque contigo existe vida, e é vida em abundância (João 10:10). Porque contigo tenho vestes de louvor em vez de espírito angustiado (Isaías 61:3). Que cada vez mais eu entenda o que é depender de Ti sem reservas… porque de nada vale reter algo para o Senhor.

Obrigada por me ensinar tanto, mesmo quando não tenho nada para te dar… só pedir. O Senhor é demais mesmo! ❤

 

O valor das Palavras

Parece que quanto mais o tempo passa mais as pessoas parecem despreocupadas com o falar, como se suas opiniões fossem tão valiosas que não pudessem ser guardadas. Precisam falar a qualquer custo; não importa pra quem, como, quando ou onde. Aprendi que “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo” (Provérbios 25.11). A seu tempo, ou seja, quando solicitada e se necessária.

A Palavra de Deus sempre deixa claro que temos que tomar cuidado com tudo que sai de nossa boca, pois pode ser para o bem, mas também pode contaminar (Mateus 15.11).

632ae538139edd807830177d87450ac9

 

Quantas vezes temos que lidar com “alfinetadas” no trabalho, no círculo de amigos, na família, e a vontade de responder a altura logo vem e muitas vezes agimos pela emoção e acabamos por ferir com a mesma arma com que fomos feridos, só para nos sentirmos superiores. E ao invés de apaziguar criamos contendas e entristecemos ao Pai.

Ele nos pede em todo o tempo para agir com sabedoria e são momentos como estes que praticamos o que temos aprendido. Pensar duas vezes antes de responder qualquer pergunta ou brincadeira inconveniente é essencial para o bom convívio. O silêncio é uma arma poderosa para qualquer pessoa, e muitas vezes a melhor das respostas.

E não deixe sua mente se ocupar de coisas vis, de coisas passageiras. Ocupe-se de projetos, trabalho, do seu ministério, do seu relacionamento com o Senhor e com sua família, “porque, da muita ocupação vêm os sonhos, e a voz do tolo da multidão das palavras.” (Eclesiastes 5.3). Quando estamos cheios do que é bom, perfeito e agradável, não nos preocupamos mais com ataques externos, porque o que está em nós é bem maior (I João 4.4).

Permita que da sua boca saia palavras para vida (Provérbios 18.21), para trazer diferença no ambiente que você frequenta e tocar todos que te cercam. Não haverá quem não possa notar que o que há em você sobressai aos demais, que de você vem amor, perdão e cuidado com o próximo.

“Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se” (Tiago 1.19).

 

Camila Amorim